Cicloviagem Lagos Andinos – Trekking ao Refúgio Frey

Domingo, 20 de novembro de 2016

O trekking ao Refúgio Frey era um dos pontos altos da viagem. Alguns sites dizem que ele é um dos mais bonitos do mundo. São 4 horas de caminhada na ida e um pouco menos na volta. O refúgio fica a 1.700 de altitude, uma ascensão acumulada de 1.150 m e uma distância de 20 a 25 km, dependendo do caminho que você escolha. Ou seja, não é propriamente um passeio no parque, você tem que estar com um preparo para poder ter prazer nessa caminhada.

Acordamos cedo no domingo. Ao abrir a janela, a primeira boa surpresa do dia, o céu estava completamente azul, sem nenhuma nuvem. O vento do dia anterior tinha parado. O lago Nahuel Huapi parecia um espelho d’água.

Tomamos um café, preparamos os nossos lanches e fomos pegar o primeiro coletivo que iria até a Villa Catedral, a linha 55, que passaria as 8:10.

tarjeta-sube_frente-640x400

Cartão SUBE

Uma coisa importante é que os coletivos de Bariloche não tem cobrador e nem aceitam pagamento em dinheiro. Tudo é automatizado e é pago com um cartão pré-pago chamado SUBE. O pessoal do Perikos nos emprestou um cartão e somente tivemos que fazer a carga numa loja conveniada.

A viagem do coletivo do centro à Villa Catedral foi rápida, passando por uns bairros bonitos de Bariloche. O ponto final é o estacionamento da estação de esqui do Cerro Catedral. Descendo do ônibus basta olhar para a esquerda que você verá uma placa marcando o início da trilha ao refúgio (fotos abaixo).

Villa Catedral

Villa Catedral

lagos-andinos-saida-frey

Início da trilha do Refúgio Frey

A trilha começa relativamente plana, com vistas do lago Gutierrez e passando por um longo trecho que foi queimado por um grande incêndio. Depois de alguns quilômetros, a trilha vira a direita e começa a subida. O visual começa a mudar, com um som constante de cachoeiras e entrando em bosques da selva valdiviana (mais aqui para os interessados). O cenário é muito bonito e os primeiros picos nevados começam a aparecer por entre a vegetação.

lagos-andinos-trilha-frey

Ricardo e eu no meio da trilha

A vegetação começa a diminuir, os picos nevados aparecem de vez e a trilha toma rumo a esquerda para chegar ao refúgio. O visual era impressionante e o céu azul deixa tudo ainda mais bonito.

lagos-andinos-refugio-frey2

Chegando no refúgio. Aguja Frey a esquerda da foto

lagos-andinos-refugio-frey3

Primeira visão do refúgio

Mais uns mil metros caminhados e chegamos ao Refúgio Frey. O visual é deslumbrante, com o lago Toncek e as agulhas nevadas ao fundo. Do lado esquerdo está a Agulha Frey, uma torre de pedra enorme que é um playground para escalada em rocha.

lagos-andinos-ricard-refugio-frey.jpg

Ricardo comemorando a chegada

O refúgio oferece hospedagem e comida (pagos, obviamente) para quem quiser usar como base para escaladas e trekkings pela alta montanha. Existem também vários outros refúgios que são interligados por trilhas. Estes refúgios são mantidos pelo Clube Andino de Bariloche, que tem mais informações para quem quiser ir além.

lagos-andinos-interior-refugio

Interior do refúgio

Além da hospedagem no refúgio, tem também uma área de camping ao lado, que é gratuita e pode-se usar os banheiros do refúgio.

Fizemos um almolanche lá em cima, descansamos, subimos mais um pouco até chegar à neve e depois retornamos.

lagos-andinos-refugio-frey4

Neve nova, mesmo em fins de novembro

Na volta, existe uma bifurcação à direita, chamada Picada Eslovena, que vai até a Villa de los Coihues. Para variar o caminho de ida, resolvemos fazer esse percurso. Foi bem interessante, passamos pelas Cascada de los Duendes e chegamos ao Lago Gutierrez. Depois tem que andar mais 2 km até o ponto de ônibus que leva ao centro de Bariloche.

lagos-andinos-gutierrez.jpg

Lago Gutierrez

Chegamos cansados mas recompensados pelo dia de trekking. Recomendo a todos que tiverem vontade e preparo, pois é uma experiência incrível.

Mais informações sobre o trekking ao Refúgio Frey:

Algumas fotos do dia

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s